Os livros que abandonei

Olá pessoal, como estão? 💖

Antes de qualquer coisa: Não incentivo o abandono de livros! Muito pelo contrário... a leitura é um hábito importante e ajuda a crescer na vida, além do conhecimento e diversão.

Acho que isso de largar um livro é um desperdício de tempo e de dinheiro. Da leitura e pelo tempo gasto nela. E de dinheiro, nos casos em que comprei o livro. Também para o caso de presentes... afinal se alguém te deu, teve um carinho e a pessoa achou que você iria gostar.

Então, por isso tudo, acho que sempre é válido dar uma chance à leitura.

Porém...

Às vezes, é bom largar um livro que não agrega nem agrada.

Motivos para não continuar a leitura de um livro:


A experiência ruim de um livro indica o tipo de livros não recomendados para si e para quem quer compor a biblioteca pessoal.

Considero que abandonei uma leitura quando: 
  • passa-se mais de um ano sem tocar nele para ler, 
  • quando esqueço o ponto da história em que parei e 
  • quando quero trocar o livro após ter lido uma parte dele.

Não significa, no entanto, que não darei outra chance ao livro em questão nunca mais. Alguns destes, ainda mantenho comigo para ler um dia, talvez.

Depende também do momento de vida e a atenção que posso dar à esta leitura. Entendo que talvez eu não tenha cabeça para uma história ou a ideia do autor naquela época não combine com o que acredito. Nada pior do que ficar irritada lendo algo que discordo, né?!

Não é por isso que tenho o direito de difamar o autor/ideia dele. Não diga coisas como: "Este autor não presta." ou "Esses livros são um lixo."  Apenas parem de espalhar seu ódio gratuito, galere. #ficadica

Vamos à lista de livros que abandonei:


  • Senhoras da guerra – Orlando Paes Filho

Romance de autor nacional. Conta a historia das gêmeas Gwyneth e Gwenora, duas princesas guerreiras que fazem de tudo para livrarem suas terras das mãos dos vikings. Outra coisa legal são as ilustrações no meio do livro, bem feitas e ricas e me chamaram a atenção quando o vi. Paguei uns 40 reais na época.




Achei o livro complicado e confuso. TODOS os personagens que aparecem têm um nome complicado e muitos nomes parecidos, o que me fez voltar algumas páginas ~várias vezes~ para entender o que estava lendo. Este eu já troquei com um amigo.

  • Ensaio sobre a cegueira – José Saramago

Um clássico brasileiro na lista de obrigatórios em alguns vestibulares. Distopia que retrata a história de uma cegueira branca que se espalha por uma cidade e atinge um enorme número de pessoas, causando um grande colapso dentro da sociedade e obrigando todos a viver de uma maneira totalmente fora do comum.



Tem uma escrita complicada. Eu não esperava algo tão difícil de ler e de se manter concentrada como esse livro. É difícil acompanhar e se prender, por ter capítulos grandes e o Saramago mal usar pontuação. 

Talvez eu não estivesse com cabeça na época, pretendo dar outra chance ainda. Ainda mais por tantas críticas positivas e ser muito bem recomendado. Mas quero ler por prazer e quem sabe ter outra opinião. Foi um presente, então não consigo me desfazer dele fácil.

Também não vi o filme, por preguiça. #shameonme

  • Revolucione sua qualidade de vida – Augusto Cury

O psiquiatra Augusto Cury nos mostra que a alma humana é um mundo pequeno e infinito. Neste livro, ele faz uma análise psicológica dos personagens do tão conhecido livro "Quem mexeu no meu queijo?".




Minha psicóloga recomendou que eu lesse tudo desse autor, que é cristão e tem vários livros já considerados clássicos da autoajuda. Peguei emprestado com uma amiga, junto com outros livros. (amigos lokos ratos de biblioteca tem um lugar especial no meu ♥, principalmente os que trocam e devolvem.)

Tem muitos conceitos repetidos de outros livros do autor. Achei a leitura um pouco cansativa, faltando um pouco de objetividade. Porém, se você ainda não leu os outros deste autor, ele é recomendado.

  • Eclipse – Stephenie Meyer

Eclipse é o terceiro livro da série Twilight. Acompanhe minha história com esta saga neste post aqui do blog.




Dramático e sofrido. Fiquei tão entediada e revoltada com as atitudes que os personagens tomam que desanimei. O
 Jacob ficou insuportável e complicado de defender. A super proteção do Edward e a Bela toda confusa, uma coitada, deixaram o livro muito repetitivo, cansativo de ler.


~~♥


Esses são os livros que lembrei e os meus motivos para abandoná-los na metade.

E você, o que achou do post? Tem algum livro que largou de vez? Me conta aqui nos comentários ou nas redes sociais. 


~~kissus, Val ♥



.

Comentários