terça-feira, 22 de outubro de 2013

Eu - My boss, my hero

Eu? Nerd?!


Sim, eu, Isabella com 19 anos, sou do tipo que curte aprender cada vez mais sobre história, geografia e assistir documentários, viciada em ver fotografia, apaixonada por filmes e infância regada de sessão da tarde e canal 21.

Mas existe um lado que eu deixei adormecido, como os desenhos orientais e séries (a extinta Tv Globinho), pois estudava de manhã e os desenhos legais passavam apenas de manhã ou entre o meio-dia e uma hora da tarde, vou te falar me ferrava porque só chegava em casa uma e meia, só sobrava as séries de comédia e as novelas mexicanas no Sbt.
Vou realizar o meu sonho através desse blog!

Ãhn? Como assim Isabella?

Calma, vou explicar isso direito.

Bom, como eu disse sempre quis saber mais sobre esse tipo de desenho, posso dizer cultura (?), mês passado a minha amiga Sayuri, nasceu no Japão, mas agora mora aqui pertinho de casa haha teve a esplêndida ideia de dividir comigo essa cultura começando por uma comédia e depois, a próxima, será um drama. Me emprestou a série “My boss, my hero” que eu enrolei para assistir uma semana esperando a noite de sábado que é puro tédio.  

Fonte da imagem: http://bokkusuanimes.blogspot.com.br/2011/07/my-boss-my-hero.html

Eu engoli a série praticamente, apenas 6 episódios de quase uma hora se eu não me engano, só que terminou muito estranho, terminou não “acabado” se é que vocês me entendem... Na segunda-feira entreguei para minha amiga e é claro que ela iria me perguntar o que achei, falei que a série era muito boa, que fugia do que eu estava acostumada assistir, mesmo havendo alguns clichês, mas que tinha terminado muito estranho que dava a impressão que deveria ter a segunda temporada também, a Sayuri me disse que é bem difícil ocorrer isso nas séries japonesas. Mesmo assim eu insisti que estava muito estranho daquele jeito, perguntei se era só 6 episódios mesmo, como ela não recordava a quantidade pediu  que falasse como tinha sido o último (fica sussa que eu não vou passar spoiller não nesse post), contei e ela viu que realmente não era assim o fim.

Então tirei minha dúvida na Google e há 10 episódios, eu apenas assisti metade da série. 
RAWWWWWWWWWWWWWR!

Resolvi pesquisar mais sobre a série e descobri que é um “Jdrama”, só que para mim está mais para comédia... Enfim, é um drama maluco, bem criativo e inusitado. Segue a sinopse para quem ficou curioso:

SINOPSE: Sakaki Makio sempre teve como certo que derrubar todos os inimigos era suficiente para vencer qualquer discussão. Sua força descomunal o fez ser reconhecido como "Tornado Makio". A vida era bela até o dia em que seu pai e atual chefe do grupo mafioso Sharp Fang deixa sobre sua responsabilidade uma negociação de milhões de dólares. Por não conseguir pensar por mais de 90 segundos nem somar, Makio acaba estragando tudo e partindo para a agressão. Por mais uma decepção, seu pai lhe dá um ultimato: se ele não se formar no ensino médio no ano seguinte, será expulso da gangue. Vendo que é sua única alternativa, Makio aceita a oferta. Mas isso é só o início da confusão. Na escola, Makio precisa esconder sua idade, sua origem e modos de Yakuza, sua ignorância... Mas será que um gangster encontrará algo de bom nessa escola?

Fonte: http://secretdoramas.blogspot.com.br/2011/01/my-boss-my-hero.html

Semana que vem terá a minha opinião e as cenas mais fofas que pode ajudar quem ficou indeciso sobre assistir ou não e não liga para spoillers. Okidoki!

Beijinhos.

*Obs.: a autora do post foi a Isa, mas como não conseguia postar nem deixar como rascunho, me passou por e-mail para publicar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário